sexta-feira, 29 de junho de 2007

Demodex

O nome é lindo. Fabuloso. Moderno. Tecnológico. Chamativo. E não é originário da língua francesa. Démodé significa fora de moda e no Brasil se escreve demodê mesmo. Esse nome incrível representa uma espécie de ácaro. Um dos menores tipos de artrópodes parasitas e que possui duas espécies que podem habitar no homem. Você leu certo. Você pode ter um ou mais demodex de estimação e nem se dá conta disso.

Onde ele fica? Na sua cara! Geralmente próximo do nariz e dos cílios. Não achou? Vamos aos fatos:

Demodex é um gênero de ácaro parasiteiro que vive dentro ou próximo de folículos epiteliais de mamíferos. Aproximadamente 65 espécies de ácaros Demodex são conhecidos e estão entre as menos espécies de Artrópodes. Duas espécies que moram em humanos foram identificadas: Demodex follicorum e Demodex brevis e também são conhecidos como ácaros dos cílios. A Demodex cannis vive no cão doméstico. Infestações com ácaros Demodex são comuns e comumente não causam qualquer sintoma, ocasionalmente algumas doenças de pele podem ser causadas pelos ácaros.

Ambas as espécies que habitam serem humanos medem entre 0.3 mm e 0.4 mm, têm o como semitransparente que consiste em dois segmentos fundidos. Um segmento com oito pernas curtas são conectados ao segmento do corpo. Se alimenta basicamente de células da pele, hormônios e de óleo (sebo) que acumulam nos folículos epiteliais. O sistema digestivo delas é tão eficientes e resulta em tão pouco excremento que ele não tem orifício de excreção.

Esses ácaros são capazes de deixarem seus folículos epiteliais e vagarosamente passear pela pele, numa velocidade média de 8 - 16 cm/h, especialmente à noite, pois eles evitam luz. O tempo de vida deles é de algumas semanas e tanto os machos como as fêmeas têm um sistema de reprodução interno e botam ovos.

Pessoas mais velhas são mais propensas a terem tais ácaros. Estima-se que cerca de 95% a 98% de infestações ocorra em pessoas mais velhas devido a uma produção de óleo ser maior que nas crianças e pessoas mais jovens.

E muitos livros escolares dizem, erroneamente, que este bichinho é o causador da acne. A acne é uma doença da pele (dermatose) e afeta cerca de 80% dos adolescentes. Caracterizam-se por comedões (cravos), pústulas (espinhas) e em grandes aglomerados (cistos). Atinge principalmente a face e as regiões posteriores e inferiores do torax.

Podem ser causadas por: aumento da secreção de sebo, bactérias (Propionybacterium acnes (P. acnes); Propionibacterium granulosum; Propionibacterium avidum; Staphylococcus epidermides Malassezia furfur (Pityrosporum)), inflamação, devido ao aumento da espessura da camada mais superficial e lisa da pele ou obstrução do canal pilossebáceo, origem genética, hormônios e stress.

Dentre os tratamentos existentes temos: tratamentos locais, tratamentos orais, tratamentos cirúrgicos e como acompanhamento, tratamento psicológico. Algumas informações sobre cravos e espinhas são apenas mitos como:

  • Chocolate provoca espinha: não foi comprovado cientificamente.
  • Lavar o rosto várias vezes ao dia: Não ajuda a evitar e pode provocar o aumento de oleosidade.
  • É contagioso: É infecção, mas não é contagioso.
  • Cravos pretos são "sujos": Todo cravo é branco, a parte fica escura devido ao contato com o ar e sua oxidação.
  • Anticoncepcional piora a acne: dependendo do anticoncepcional pode até melhorar.
  • Masturbação causa acne: Não há relação entre ambos.
  • Menstruação causa acne: Devido a influencia dos hormônios, pode haver uma piora nos dias anteriores a menstruação.
  • O sol melhora a acne: Num primeiro instante sim, mas depois estimula mais as glandulas sebáceas.
  • Cicatrizes de acne não têm cura: Tem sim, devem ser realizados por um dermatologista experiente e as vezes dura várias etapas.
Devido ao conteúdo altamente perigoso para estômagos incautos, não postaremos fotos ilustrando.

6 comentários:

Mørgana disse...

Isso tudo me lembrou meu curso de Auxiliar Veterinário mais precisamente o estagio onde eu tinha que preparar a lamina com o sebinho das orelhas dos cãezinhos de madame ( lá só vai cão xique) para constatar a sarna demodecica..eu vi no microscópio...é um bichin tão fein...creduuuu!!!

Ando disse...

Sarna demodécica proveniente do Demodex Cannis. Que orgulho ter uma audiência tão culta!!

Bejão!!

Fabio disse...

Aeeee, consegui um jeito de deixar comentários aqui, hauhauauha não contavam com a minha astúcia!

Anônimo disse...

PLEASE..
MANDA AS FOTOS DOS CRAVOS PRA MIM..
QUERIA VER..
ay_me_caroline@hotmail.com
valeu..

Anônimo disse...

masturbação, estimula a produção de testosterona (hormônio masculino), logo se o hormônio alimenta o demodex, então...

Anônimo disse...

adorei a esplicaçao ganhei um microscopio de natal e quero logo ver alguma coisa obrigado