segunda-feira, 2 de julho de 2007

Pangrama

Pangrama vem do grego onde pan significa tudo e gramma significa letra. E se refere a uma frase ou expressão em que todas as letras do alfabeto é utilizada. Também pode ser chamado de pantograma, mas curiosamente ainda não consta no dicionário português.

Apesar de fazer parte da língua inglesa o Pangrama mais conhecido do mundo é:


The quick brown fox jumps over the lazy dog.

Contendo apenas 35 letras ela consegue reunir todas as 26 letras existentes na língua inglesa em uma frase com sentido: A ligeira raposa marrom pula sobre o cão preguiçoso. Sim, tem todas as 26 letras com direito a repeteco para as letras o, e, t, h, u e r.


Abaixo seguem alguns exemplos de pangramas com as antigas 23 letras do alfabeto brasileiro:


  1. Um pequeno jabuti xereta viu dez cegonhas felizes.

  2. Blitz prende ex-vesgo com cheque fajuto.

  3. Gazeta publica hoje no jornal uma breve nota de faxina na quermesse.

  4. Luís argüia à Júlia que «brações, fé, chá, óxido, pôr, zângão» eram palavras do português.


E eu, inclusive, criei uma:


Veja sempre o lado dos homens que não se queixam pelos gastos que fazem nos cubos.

Uma frase besta a respeito de homens e jogos de azar, mas tudo isso irá por água abaixo quando o Governo Brasileiro por em ação um Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 que tem por objetivo unificar todas as ortografias dos países que falam português.

Sim, uma calamidade está prestes a acontecer. Em 507 anos de língua portuguesa no Brasil, esta já sofreu tantas mudanças e adequações as misturas que ocorreu ao nosso povo, assim como este até hoje ainda não se adequou às suas complexidades gramaticais e ortográficas da língua portuguesa. Ou seja, mal aprendemos o nosso português e agora teremos que aprender outro. Para quem ainda não aprendeu nenhum, ótimo! Mas para aqueles que estudaram e fazem questão de utilizar acentuações, hifens, etc. um novo desafio está a nossa frente.

Eis alguns exemplos de mudanças após este acordo:

  • Em Portugal, húmido será úmido, como escrevemos no Brasil.
  • Assim como o 'c' e o 'p' em palavras onde ele não é pronunciado como em 'óptimo', 'acto', etc.
  • As paroxítonas terminadas em o duplo não tem mais acento: 'vôo' vira 'voo'.
  • O circunflexo em terceira pessoa do plural do presente do indicativo some: de 'lêem', temos 'leem'
  • Não existirá mais o trema (que já não existe mesmo)
  • K,W e Y voltam a fazer parte do alfabeto

É isso mesmo! Agora o alfabeto brasileiro passa a ter 26 letras, mesmo que o K, o W e o Y sejam utilizadas apenas para espressões derivadas de nomes estrangeiros e unidades de medida.

Assim, a única frase pangramática (porquê não?) válida para o português seria:

À noite, vovô Kowalsky vê o ímã cair no pé do pingüim queixoso e vovó põe açúcar no chá de tâmaras do jabuti feliz.

Uma frase beeeem Walt Disney, mas vale pela intenção.

Existe um termo chamado Janela Pangramática criado para definir uma grupo de todas letras do alfabeto que aparecem numa mesma expressão dentro de um texto qualquer em que o criador faz (na maioria das vezes) sem se dar conta. Para se ter uma idéia, em um texto de 1700 letras, a chance de se criar uma janela pangramática é de 50%. (Este texto possui cerca de 3000 caracteres e vários pangramas escritos de propósito.)

Vamos torcer para que nossos dirigentes não sigam adiante com essa loucura, pois não é ajustando as línguas de um país que os unifica. Existem palavras e expressões próprias. Existem misturas etmológicas. Existem questões culturais próprias que fazem com que cada língua seja única. Essa é a minha opinião. Qual é a sua? Responda usando um pangrama.

7 comentários:

Mørgana disse...

Sabe que eu acho que vou gostar das mudanças?? Tem umas coisas tão inutil na nossa lingua!! Eu odeio colocar acentos mesmo hahahaha
Não fazia a menor ideia que existia um Pangrama!! =PP

Bjus!

Ando disse...

Hey, Maggie!! Welcome back!! Esse texto jeitoso faz um pangrama válido e bonito, quase certeza absoluta! Muito obrigado!
Beijão!

Paulinha disse...

Parabéns!!! Gostei mto do seu blog, com informações curiosas, mas bem explicativas e até mesmo engraçadas. Li todas , e continuarei a visitar seu blog .

Ando disse...

Paulinha, vc por aqui!! Obrigado pelo elogio!! Caso tenha alguma curiosidade (desde que não seja de onde viemos, para onde vamos e qual a razão para estarmos no planeta terra) manda bala que eu pesquiso e posto aqui!

Beijão!!

MicheLLe disse...

Ói eu aqui!! Esse negócio anda desatualizado,hein... Vou mandar comentário cobrando, quem sabe aparece coisa nova!! Trema prá que?? Num país que se fala Hooooooooy e estandarte ordem, acentuação é fichinha!! bjoca

Fabio disse...

Bom, já sumiram com um planeta inteiro, o que são umas letrinhas e acentos né? Relaxa e goza :P

António Marques disse...

E os brasileiros queixam-se? Em Portugal estamos pior. Começando pelas consoantes que 'não se lêem', e que se lêem sim... não como consoantes, mas ajudando a distinguir o ê do é, o â do á (no Brasil, a distinção não existe nesses casos; e é justamente por isso que no passado elas foram mantidas em Portugal e eliminadas no Brasil). Enquanto noutras línguas se respeita a identidade gráfica de cada país como um valor cultural, no nosso caso meia dúzia de inúteis sem obra nem competência querem ficar na História como autores do 'acordo' que não foi acordado por ninguém...
Eu acho que o Brasil deve manter as suas especificidades gráficas e Portugal também. E os demais, se quiserem as suas, devem poder tê-las.